Juvenis do CR Bougado vencedores de série
Ao vencer o S. Salvador do Campo por 8-2, na última jornada da Série 3 da 2.ª Divisão da Associação de Futebol do Porto, a equipa de juvenis do Centro Recreativo de Bougado garantiu o primeiro lugar e presença no play-off de subida. 

A equipa ficou muito contente pelo feito que conseguimos conquistar, mas, acima de tudo, bastante orgulhosa pelo facto de todo o trabalho e dedicação que temos dado a este clube até agora ser finalmente reconhecido com este título”. Foi desta forma que Diogo Oliveira, capitão da equipa de juvenis do Centro Recreativo de Bougado se referiu ao primeiro lugar conquistado na Série 3 da 2.ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP). Com vinte e dois triunfos, dois empates e duas derrotas, a formação bougadense conquistou sessenta e oito pontos e destacou-se dos principais adversários, Clube Desportivo Boavista e Clube Desportivo das Aves, que acabaram a fase regular com menos um ponto.
Com objetivos modestos no início da temporada, a equipa foi surpreendendo ao longo do campeonato, acabando por assumir a liderança isolada da Série 3 a oito jornadas do fim. Para isso muito contribuíram os cento e quarenta e oito golos marcados e, especialmente, os trinta e quatro golos sofridos, uma marca distintiva da equipa, que mostra uma solidez defensiva notável nesta divisão.
E o treinador, Fábio Ferreira, releva os números: “O balanço da fase regular é extremamente positivo. Apenas tivemos duas derrotas, fomos a melhor defesa das três séries e creio que apresentamos um bom futsal. Quanto ao primeiro lugar, sabíamos que ia ser disputado até ao fim e que, tanto poderíamos ficar em primeiro como fora do play-off. Felizmente, jogo a jogo, fomos mantendo em aberto essa oportunidade”.
Com o primeiro lugar, o CR Bougado garantiu presença na fase de subida à 1.ª Divisão Distrital. Diogo Oliveira garante que o grupo “está confiante” para a fase que se segue, pois “sabe das suas capacidades”. “Acreditamos na subida”, salientou.
Por sua vez, Fábio Ferreira, apesar de considerar que “não se pode exigir nada em relação ao playoff”, admite que a equipa “tentará que a ambição da subida seja uma realidade, sempre com a consciência que pela frente estarão equipas com bastante qualidade e jogos com um elevado grau de exigência”.
Texto e foto enviada por Cátia Veloso

 

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.