Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Gondomar vence em Baião, mas Modelos e Rebordosafut lideram só com vitórias
A segunda jornada ditou que apenas duas equipas continuam só com vitórias e três equipas ainda não venceram mas para estes números temos de ter em conta que esta jornada só fica completa na próxima quinta-feira após a realização do jogo entre JD Gondomar e GCR Retorta, duas equipas que venceram na jornada inaugural e em caso da vitória de uma das duas, juntam-se ao Modelos e Rebordosafut ou em caso de empate juntam-se à Ordem actual terceira classificada com quatro pontos.

O Modelos lidera devido à melhor diferença de golos marcados e sofridos sobre o Rebordosafut (mais um golo) depois de na primeira jornada ter vencido os vizinhos do Arreigada (6-4) nesta jornada deslocou-se a Novelas onde goleou o Novelense (2-11), quanto ao Rebordosafut estreou-se no campeonato diante os vizinhos de Vilela, Bastão D’Esperança pela margem mínima (2-3) e nesta jornada recebeu o ARC Alpendorada onde chegou à dezena de golos (10-0).
Na terceira posição segue a Ordem que depois da goleada imposta ao Bela (13-1) nesta jornada foi a Arreigada empatar a uma bola com a Escola local e estes apesar de ocuparem a nona posição jogaram contra duas equipas que golearam o outro adversário com que jogaram, por isso prevê-se que estes jovens de Arreigada tenham capacidade para andar nos lugares cimeiros da classificação.
Na quarta e quinta posição seguem Retorta e JD Gondomar respectivamente com apenas um jogo e uma vitória. Na jornada inaugural os valonguenses golearam na receção ao Novelas (12-1) e os gondomarenses visitaram os seus conterrâneos do Gondomar Futsal e golearam (1-10).
Na sexta e sétima posição seguem Santa Cruz do Douro e Gondomar Futsal mas falamos deles mais tarde.
Na oitava posição segue União Bela depois de goleado na Ordem venceu o Bastião D’Esperança (6-5) que quer dizer que o que aconteceu na jornada inaugural foi um acidente de percurso, já que os paredenses na jornada inaugural tinham feito a vida cara ao Rebordosafut, ou seja tanto o Bela como o Bastião que é décimo sem qualquer ponto mas com duas derrotas pela margem mínima, são duas equipa a ter em conta e não será fácil defrontar as mesmas.
Nas duas últimas posições estão aqueles que parecem ser as equipas menos fortes desta série já que ambas foram sofreram derrotas por números pesados, falamos do Novelense de ARC Alpendorada.

Jogo da jornada: ACR Santa Cruz do Douro Vs Gondomar Futsal C.: 2-8
Quanto ao jogo que acompanhamos entre o Santa Cruz do Douro e o Gondomar, chegavam a este jogo depois de na primeira jornada terem tido sortes diferentes, o Santa Cruz do Douro vinha de uma vitória em casa do ARC Alpendorada (1-5) e o Gondomar Futsal C. vinha de uma derrota pesada em casa diante a JD Gondomar (1-10) e por isso não se contava antes deste jogo uma diferença grande no resultado como se veio a verificar após o apito final de José Rocha, que se mostrou muito prestativo nas explicações aos jovens atletas das decisões que tomava para que os mesmos sentissem que quem os arbitrava era um amigo que estava lá para os ajudar.
Foi um jogo que os meninos da casa entraram com a força toda mas cedo se percebeu que o Gondomar estava lá para levar de vencida a equipa de Santa Cruz do Douro.
Para dizer que o Santa Cruz do Douro chegou à baliza gondomarense com relativo perigo apenas aos treze minutos, quando Rodrigo Carvalho se isolou mas ao chegar à área gondomarense adiantou a bola e Rodrigo Sousa (guarda-redes) agradeceu a oferta, antes desta oportunidade o Gondomar já ganhava por dois com o golo inaugural a acontecer ao quarto minuto na sequência de um livre indirecto a penalizar um passe atrasado ao guarda-redes, com Diogo Maia no interior da área a rematar de primeira após passe de Gabriel Ascenção que cobrou o livre.
Antes do golo inaugural Mariana Alves tinha sido a primeira a colocar à prova Eduardo Pinto guarda-redes do Santa Cruz do Douro e antes do segundo golo Henrique Gomes fez a ala esquerda rematando ao poste mais próximo mas Eduardo Pinto esteve seguro e o 2-0 chegou aos seis minutos depois com Eduardo Pinto guarda-redes da casa suster o primeiro remate de Henrique Gomes mas a não conseguir evitar a recarga de Diogo Maia que bisava na partida.
Após o golo Henrique Gomes voltava a importunar Eduardo Pinto e este mais uma vez a levar a melhor, com dez minutos de jogo Henrique Gomes trabalha bem e isola Diogo Maia que à entrada da área remata para nova defesa de Eduardo Pinto, dois minutos depois os mesmos actores e o guarda-redes da casa a defender novamente.
Os treinadores foram rodando os jogadores mas quem brilhava na contenção do jogo atacante do Santa Cruz do Douro era Mariana que no seu papel de fixo travava quase todos os ataques dos meninos da casa, e aos dezasseis minutos o Gondomar volta a estar próximo do golo com Henrique Gomes na sequência de um pontapé de canto a rematar em arco e a bola a embater na geratriz superior da barra da baliza de Eduardo Pinto.
O terceiro do Gondomar aparece logo a seguir ao tempo técnico pedido por Pedro Mota treinador do Santa Cruz do Douro, num lance que Diogo Paiva frente a Eduardo Pinto não teve dificuldade em aumentar o resultado para 0-3.
Até ao intervalo nada de registo porque com as constantes mudanças dos técnicos o jogo passou a ser jogado longe das balizas, no entanto os visitantes mandaram no jogo todo e foram uma seta apontada para a baliza de Eduardo Pinto.
Para a segunda parte o Santa Cruz do Douro entrou com outra disposição no jogo e reduziu aos vinte e sete minutos numa jogada individual de Rodrigo Carvalho que bateu pela primeira vez Rodrigo Sousa que na primeira parte não fora posto à prova.
Após se refazerem da entrada de rompante dos meninos da casa apareceu nos meninos de Gondomar outra figura, Gabriel Moita que enquanto esteve em campo comportou-se como um dos melhores e começa aos vinte e nove a rematar rasteiro mas Eduardo Pinto a defender, no minuto seguinte Eduardo Pinto faz mais duas defesas, a primeira a um remate de Diogo Paiva e na sequência da jogada é Gabriel Moita a rematar.
Mais um minuto e mais uma vez Gabriel Moita a colocar à prova Eduardo Pinto e este a corresponder, mas aos trinta e dois não consegue parar um remate de Henrique Gomes que o faz já num angulo apertado após um bom trabalho do mesmo para se desembaraçar de um seu adversário.
Estava feito o 1-4, estava resposta a diferença que trouxeram da primeira parte e aos trinta e quatro minutos após uma reposição de bola na linha lateral, Gabriel Moita coloca a bola no coração da área com Roberto Monteiro estorvado por Diogo Paiva a bola a embater-lhe e só termina na sua baliza, uma infelicidade pata o menino do Santa Cruz do Douro e estava assim feito o 1-5.
E como um mal nunca vem só no minuto seguinte após mais uma defesa a um remate de Gabriel Ascensão, Eduardo Pinto não consegue evitar a recarga de Gabriel Moita e sofria o sexto golo.
Mais dois minutos e novo golo dos gondomarenses com Gabriel Ascenção a aproveitar um mau passe defensivo e na zona dos sete metros a rematar sem hipóteses para Eduardo Pinto e o resultado era cada vez mais volumoso, 1-7.
Por volta dos quarenta minutos Gabriel Moita atrapalha-se com a bola no meio campo, perdendo a mesma para Paulo Barbosa que vai com toda a confiança para a baliza contrária e reduz a desvantagem para 2-7.
Um minuto depois os postes da baliza de Eduardo Pinto evitam por duas vezes mais um golo dos gondomarenses, o primeiro remate é de Henrique Gomes que leva a bola a embater na barra e depois é Diogo Maia a levar a bola a embater no poste.
O fecho das contas foi feito quando faltavam cinco minutos para finalizar a partida com um remate cruzado de Henrique Gomes, fazendo o 2-8 final.
Até ao final o Santa Cruz do Douro teve duas hipóteses para reduzir a desvantagem primeiro um remate cruzado de Martins Rodrigues e no último minuto David Rocha atira ao poste da baliza de Rodrigo Sousa e na resposta o Gondomar podia ter ampliado a vantagem com um remate de Diogo Pinto ao qual Eduardo Pinto correspondeu com mais uma defesa.
Resultado que se ajusta com Eduardo Pinto a ter muito trabalho e o responsável por não terem sofrido outros tantos golos por isso o melhor em campo para os jovens da casa e do lado do Gondomar destaque maior para Mariana Alves que apesar de não ter marcado, o jogo gondomarense passava muito por ela, tanto a defender como a atacar e também uma menção para Gabriel Moita pela profundidade atacante que deu ao jogo do Gondomar essencialmente na segunda parte.

FICHA DE JOGO:
JOGO: ACR Santa Cruz do Douro Vs Gondomar Futsal C.:
Campeonato: Júnior “E” (Benjamins) 1ª Fase – Série 4 – 2ª Jornada
Data e Hora: 14/10/2017 pelas 16h00
Local: Pavilhão do ACR Santa Cruz do Douro – Baião
Árbitros: José Rocha
Resultado ao Intervalo: 0-3
Resultado Final: 2-8
Marcha do marcador: 0-3; 1-3; 1-7; 2-7 e 2-8.

[1] Eduardo Pinto (gr)[2] Renato Carvalho; [3] Rodrigo Ferreira; [4] Rodrigo Ribeiro; [5] Paulo Barbosa; [6] Martim Rodrigues (c); [7] Guilherme Monteiro; [8] Roberto Monteiro; [9] Rodrigo Carvalho; [10] Rodrigo Cardoso; [13] David Rocha e [14] Eduardo Costa.
Marcadores: [1-3] Rodrigo Carvalho (27’) e [2-7] Paulo Barbosa (41’).
Disciplina:
* Amarelos: -
* Vermelho: -
Treinador: Pedro Mota
Delegada: Eduarda Costa
Massagista: José Queirós

[1] Rodrigo Sousa (gr) (c); [2] Diogo Carvalho; [3] Maria Sousa; [4] Tiago Sousa; [5] Henrique Gomes; [10] Diogo Paiva; [11] Diogo Pinto; [14] Mariana Alves; [15] Gabriel Moita e [16] Gabriel Ascensão.
Marcadores: [0-1] Diogo Carvalho (4’); [0-2] Diogo Carvalho (6’); [0-3] Diogo Paiva (20’); [1-4] Henrique Gomes (32’); [1-5] Roberto Monteiro (pb) (34’); [1-6] Gabriel Moita (35’); [1-7] Gabriel Ascenção (37’) e [2-8] Henrique Gomes (43’).
Disciplina:
* Amarelos: -
* Vermelho: -
Treinador: João Ascensão
Delegado: José Paiva

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.