Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Resumo das três últimas jornadas
Por motivos pessoais foi-me impossível realizar a análise da quarta e quinta jornada em tempo útil, bem como acompanhar adequadamente os jogos destas duas jornadas. Farei assim a análise possível e procurarei já este fim-de-semana regressar ao ativo na observação de jogos.

4ª Jornada – Realizada entre 20 e 21/10/2018
Na quarta jornada mais do que temos visto e a estreia em competição da ASS O Amanhã da Criança.

A abrir a jornada, o Clube Académico de Pedras Rubras, ainda com um jogo a menos (devido ao adiamento da segunda jornada contra o Amanhã da Criança), recebeu e venceu a Juventus da Triana FC. Com menos três pontos que os lideres Maia e Aves, devido ao jogo em atraso, o Académico de Pedras Rubras queria garantir aqui os três pontos para aproveitar um eventual deslize de um dos líderes, uma vez que ambos se encontravam nesta quarta jornada. Um jogo intenso e duro, protagonizado por duas excelentes equipas que lutaram até ao fim pelos três pontos. A equipa visitante começou mais forte e passou ainda no início da primeira parte para a frente do marcador aos onze minutos. Foi o suficiente para a equipa da casa acordar e carregar no acelerador tendo empatado por intermédio de Pedro Silva cinco minutos mais tarde.
A equipa da casa queria vencer e não mais tirou o pé do acelerador durante o resto da primeira parte. Apenas uma boa formação defensiva e um bom guarda-redes impediram o segundo golo da equipa de Pedras Rubras. Onze remates contra quatro mostravam a diferença que não aparecia expressa no marcador.
A segunda parte antevia-se de muita qualidade e assim foi. Duas equipas muito bem encaixadas, mas com a formação maiata a mostrar porque queria continuar no topo.
Entrou forte. Entrou bem, mas encontrou uma formação de Rio Tinto muito mais fechada e organizada defensivamente. Um início muito seguro da equipa visitante iludiam o público que pensava que esta estava satisfeita com o empate. Aos dezasseis minutos o momento da partida. Através da conversão de um livre direto, o número dez da equipa da casa faz um excelente golo que vale os três pontos para a sua equipa.
Obviamente que foi o suficiente para “acordar” a formação visitante que se chegou à frente e assumiu uma postura mais ofensiva. Ainda assim o equilíbrio foi por demais evidente com a equipa da casa a dispor de mais uma série de oportunidades não convertidas. O jogo alterou-se quando o número sete da equipa da casa foi expulso (acumulação de amarelos) após chutar uma bola para o que pensava ser um canto a seu favor. Uma atitude que foi entendida como tentativa de perder tempo pela dupla de arbitragem e que valeu à sua equipa dois penosos minutos com um elemento a menos. A equipa da casa uniu-se e defendeu arduamente numa altura que foi suficiente para ampliar a quantidade de remates da equipa visitante, que, no que a estatísticas diz respeito, dá a falsa sensação de domínio para a Triana. Ainda assim o Académico de Pedras Rubras aguentou-se e mesmo com apenas quatro quase ampliou a vantagem. Vitória caseira que os empurra para o topo e faz ultrapassar este excelente adversário direto. Parabéns a ambas as equipas! Ficam os comentários do treinador adjunto da equipa da casa:
Um jogo já esperado muito complicado, a ser discutido nos pormenores! Apesar da vitória pela margem mínima, a minha equipa teve alguns furos abaixo daquilo que é capaz de mostrar, o que dificultou em alguns momentos o jogo.
Pontos positivos desta exibição e associado à capacidade de sofrimento e entreajuda no momento em que tivemos uma expulsão e consequentes dois minutos com menos um, foi que conseguimos suster o crescimento da equipa adversaria e assim alcançar mais três pontos, que coroaram a melhor equipa nos cinquenta minutos! Boa semana a todos.
Pouco depois, Gondomar Futsal recebeu e venceu o CD José Lopes. A equipa de Gondomar, queria, após a derrota com a Triana repor justiça e mostrar que merece estar na metade superior desta tabela, Um jogo largamente dominado pela equipa da casa que terminou com uns contundentes 11-0, deixa a formação do Castelo da Maia cada vez mais no fundo com apenas dois golos marcados e mostra que muitas vezes, a quantidade de atletas à disposição pode fazer a diferença. O Gondomar ultrapassa a Triana e ascende ao quarto lugar.

Ao final da tarde mais três jogos. O ASS “O Amanhã da Criança” visita o GCR Ardegães num jogo equilibrado e muito bem disputado que termina com a primeira vitória no primeiro jogo para a equipa de Águas Santas. 3-5 resultado final colocam-nos com o pé direito nesta classificação, mas ainda com três jogos a menos. O Ardegães, com apenas três pontos continua encostado à metade inferior da tabela.
Separados por apenas três pontos, Arsenal Clube de Parada recebeu o CR Bougado num jogo digno dos primeiros lugares da classificação. Um jogo intenso, com qualidade em que a equipa da casa começou melhor e foi a vencer para o intervalo. A perder 2-0 a formação de Bougado precisou de acordar e fê-lo ainda a tempo de empatar o jogo no 2-2 final. Para quem assistiu fica a certeza da inversão de domínio neste jogo, face a uma mudança de atitude da equipa visitante. E também a sensação de que, houvesse mais cinco minutos se calhar a inversão no marcador teria ocorrido.
Parabéns a ambas as equipas pelo excelente futsal praticado.
A terminar este Sábado, FC S. Romão recebeu e venceu a ADR S. Pedro de Fins. Um jogo equilibrado em que, apesar da pouca quantidade, a qualidade dos meninos de S. Romão se destacou ao conseguirem vencer este jogo por três bolas a zero. O FC S. Romão consegue três excelentes pontos que os colocam na metade superior da tabela, e o S Pedro de Fins mantem-se no fundo com zero pontos e apenas três golos marcados.
No domingo à tarde, o jogo da jornada. primeiro e segundo classificado encontravam-se num jogo que se previa de grande qualidade. E não nos desiludiu. Maia FC recebeu o CD Aves e ambos provaram porque estão no topo da tabela. Um futsal aberto, a mostrar sobretudo as qualidades ofensivas de ambas as equipas. Ataque contra-ataque foi o lema da tarde em que se observaram inúmeras oportunidades para ambos os lados. Foi mesmo a equipa visitante que marcou primeiro e colocou mais dificuldades à defensiva caseira. No entanto o empate surgiu pouco depois. O resultado foi resolvido na segunda parte com a maior disponibilidade e rotatividade dos atletas da equipa visitante a fazerem a diferença no fim. 2-4 resultado final isolam o CD Aves no primeiro lugar e fazem o Maia Futsal perder os primeiros três pontos. Ainda assim, parabéns a ambas as equipas pelo excelente jogo.
Termina então assim a quarta jornada com o CD Aves em primeiro, Maia FC em segundo e Clube Académico Pedras Rubras em terceiro.

5ª Jornada – Realizada entre 27 e 28/10/2018
Na quinta jornada, mais do mesmo, os do topo continuam a vencer e a destacar-se ainda mais da metade inferior.

A ASS O Amanhã da Criança, joga o seu segundo jogo, motivada pela vitória na sua abertura, no entanto não consegue resistir à qualidade e organização do FC S. Romão. Mais uma vitória, desta feita por 1-3 para os meninos de S. Romão, coloca-os seguros na metade superior da tabela, a quatro pontos do sétimo classificado. O Amanhã da Criança desce para a nona posição mas ainda com três jogos em atraso.
Logo a seguir, jogo entre o último e o primeiro classificado. CD José Lopes recebeu o CD Aves num jogo de praticamente apenas um sentido único. 0-11 resultado final confirmam o estatuto de favorito e mantêm o CD Aves no topo com um registo fantástico de trinta e nove golos marcados e apenas cinco sofridos. O CD José Lopes continua a lutar mas mantém-se no fundo da tabela.
A fechar esta tarde de futsal o Gondomar FC recebeu o Clube Académico de Pedras Rubras que procurava manter-se invicto. Com três vitórias em três jogos (um jogo em atraso ainda), o clube de Pedras Rubras procurava a quarta vitória consecutiva e manter-se seguro no terceiro lugar. Num jogo muito bem disputado entre duas excelentes equipas assistiu-se de facto a futsal de qualidade. A equipa visitante tinha o claro objetivo de garantir a vitória e entrou muito bem no jogo, aproveitando alguma desconcentração da equipa da casa. Dois golos nos dois primeiros minutos, ambos marcados por Pedro Dias, pivot da equipa visitante, colocaram a formação de Pedras Rubras em vantagem desde cedo e com muito mais segurança no jogo. Apesar de algum equilíbrio o maior domínio foi mesmo para a equipa visitante durante esta primeira parte. Mais remates da equipa da casa, mas apenas um a acertar no alvo. Aos treze minutos ainda houve tempo para um bom golo de Pedro Silva a fazer o resultado com que se foi para o intervalo. Na segunda parte um jogo muito diferente. A equipa visitante regressou do balneário convencida de que o resultado estava feito e a formação caseira voltou com vontade de inverter o resultado. Aos três minutos de jogo, após uma perda de bola do pivot Pedro Silva, em zona próxima à baliza, o Gondomar FC não facilita e faz o 1-3. A equipa visitante tremeu mas aguentou-se firme e aos cinco minutos num excelente golo, João Sousa faz o 1-4 que deu alguma segurança e que podia ter morto o jogo, caso a equipa da casa não continuasse com todo o mérito a tentar até ao fim. Dezasseis minutos de jogo 2-4, dois minutos depois a formação da casa apanhando a equipa visitante desconcentrada faz o 3-4 e sonha recuperar desta desvantagem. Utilizando o desconto de tempo, o treinador visitante reorganiza a sua equipa colocando-a melhor defensivamente e mais pressionante ofensivamente e aguenta as cargas adversárias, começando aos poucos a inverter o sentido de jogo. Aos vinte e três minutos, Pedro Silva faz o 3-5 e põe um ponto final na discussão. Uma segunda parte eletrizante digna destas duas excelentes formações. Parabéns a ambas as equipas. Ficam os comentários do treinador adjunto da equipa visitante. 
Vindo de uma vitória sofrida na última partida, sabíamos que iria ser mais um bom jogo para testar a qualidade da nossa equipa. Começámos e entramos muito bem no jogo, criando uma vantagem de dois golos nos primeiros dois minutos, e aumentando esta vantagem para três golos a meio do primeiro tempo, sendo uma primeira parte com grande eficácia ofensiva.
No segundo tempo, a equipa do Gondomar Futsal veio muito mais concentrada e disposta a mudar o rumo do jogo, e pelo contrário a minha equipa reduziu muito os níveis de concentração, o que influenciou o desempenho e permitiu com mérito do Gondomar a redução da desvantagem no marcador para 3-4 com erros defensivos que não podem ser cometidos a este nível! Após o 3-4 passamos por algumas dificuldades, com o crescendo do adversário e felizmente num lance na parte final da partida conseguimos concretizar o 3-5 e assim conquistar estes três pontos sofridos! Muitos parabéns ao Gondomar Futsal pelo nível que apresentou e por proporcionar espetáculo de futsal na nossa série. Continuemos a trabalhar para os próximos jogos e rumar ao objetivo!! Obrigado e boa semana a todos.
Domingo de manhã, ADR S. Pedro de Fins recebeu o segundo classificado Maia FC. Mais um jogo sem história, com sentido único na direção da baliza da equipa da casa. Mais uma vez o Maia mostra porque merece estar no topo e goleia por nove bolas sem resposta a equipa da casa. Mantém-se assim temporariamente no segundo lugar e com, ao fecho desta jornada, o melhor ataque da competição com quarenta e dois golos.

Logo a seguir, CR Bougado recebeu o GCR Ardegães, num jogo que se previa equilibrado, mas que acabou per ter também um só sentido. 9-0 faziam a maior vitória do Bougado neste campeonato até ao momento, fazem-no descolar do fundo estando ao momento com cinco pontos. O Ardegães desce para a décima posição com a segunda pior defesa.
A final da tarde, A Juventus da Triana FC, que pretendia recuperar da derrota da jornada anterior, recebeu e venceu o Arsenal C. Parada por uns contundentes 6-1.
Excelente vitória que os mantêm perto do pódio, isolados no quarto lugar e com uma das melhores defesas da competição.
No fim da quinta jornada tudo se mantém no topo com CD Aves em primeiro, Maia FC em segundo e C. Académico de Pedras Rubras em terceiro.
Entre a quinta e a sexta jornada, no feriado (1/11/2018) ASS O Amanhã da Criança, recebeu o Gondomar FC, em jogo que contava para a primeira jornada. Duas formações com qualidade que se encontraram num excelente jogo de futsal. 1-4 resultado final mostrou a superioridade ligeira da equipa visitante. O Gondomar Futsal recuperava assim três importantes pontos e encostava-se ao quarto lugar na tabela. A equipa da casa mantinha-se na nona posição.

6ª Jornada – Realizada entre 03 e 04/11/2018
Na sexta jornada mais goleadas, mais uma vez pelos protagonistas do costume que se começam a destacar não só em número de pontos, mas também em golos marcados. Começa-se assim a notar cada vez mais o grande desequilíbrio desta série.

Sábado á tarde, Arsenal C. Parada recebeu o Gondomar FC num dos jogos mais equilibrados desde que começou o campeonato. Um jogo muito bem disputado que poderia ter pendido para qualquer um dos lados. No fim, a formação de Gondomar acabou por ser mais feliz e levar os três pontos ao vencer por 2-3 este jogo.
Logo a seguir, o primeiro classificado CD Aves recebeu e goleou o penúltimo classificado, o ADR S. Pedro de Fins, naquela que foi a maior goleada de sempre desta série até ao momento. Quinze golos sem resposta definem um jogo de um só sentido e algo a que nos habituamos já a assistir nesta série. O CD Aves mantém-se no topo e, graças a esta goleada, termina esta jornada como melhor ataque, com cinquenta e quatro golos marcados e apenas cinco sofridos. O ADR S. Pedro de Fins continua no penúltimo lugar sem qualquer ponto conquistado.
O quarto classificado, Juventus da Triana FC, deslocou-se ao terreno do Ardegães para lhes impor a sua maior goleada. Treze golos sem resposta dizem muito do que foi o jogo. Uma equipa dominadora e uma equipa da casa que fez o que pôde para defender ao máximo a sua baliza, mas que poucas hipóteses teve perante a força e a eficácia adversária.
A terminar a tarde de sábado, FC S. Romão recebeu e venceu o CR Bougado. A equipa de S. Romão recebeu a primeira equipa da segunda metade da tabela. Separados por quatro pontos, a equipa da casa lutou e conseguiu a vitória, alargando para sete os pontos de diferença entre a primeira e a segunda metade da tabela, e salientando ainda mais o grande desequilíbrio desta série.
No domingo de manhã, Clube Académico Pedras Rubras recebeu e venceu indiscutivelmente o CD José Lopes, último classificado. Ainda com um jogo a menos, a formação de Pedras Rubras queria manter-se invicta e manter viva a oportunidade de ultrapassar o segundo classificado ao fazer o jogo em atraso na terça-feira seguinte. Uma excelente primeira parte catapultou a equipa da casa para a goleada que poderia ter sido muito alargado, não fossem as faltas terem deixado de ser marcadas na segunda parte quando o resultado já se encontrava em 9-0, algo que, a meu ver não deve acontecer, uma vez que as regras e leis de jogo se deviam manter independentemente do resultado do jogo. O jogo começou intenso com a equipa da casa a aproveitar um excelente canto estudado e com o seu número sete, regressado da suspensão, a desferir um excelente remate para o fundo das redes aos quatro minutos de jogo. O jogo continuou com grande intensidade e os golos foram surgindo, com o atleta da casa Pedro Silva a conseguir um hat-trick ainda na primeira parte. 8-0 ao intervalo pouco faziam prever a fraca segunda parte que se observou. Com algum facilitismo, consequência do resultado e das facilidades observadas na primeira parte, a equipa da casa voltou mais lenta, sem ideias e sem vontade de voltar a marcar os mesmos golos da primeira parte. Apenas três golos na segunda, o atleta João Sousa, número dez da equipa da casa teve ainda tempo para completar o seu hattrick, serviram para completar o resultado de 11-0 que se manteve até final. Parabéns a ambas as equipas, mas sobretudo à equipa visitante que conseguiu suster e quase equilibrar o jogo na segunda parte. Ficam os comentários do treinador adjunto da equipa da casa:
Era um jogo que podia ser facilitado ou dificultado tudo dependendo da forma como abordássemos o jogo desde o inicio, e foi claramente essa ideia que foi passada aos atletas!
Entramos bem e aumentamos imediatamente a vantagem, chegando ao intervalo com uma vantagem mais que segura e que tínhamos aspirações de aumentar ainda mais no segundo tempo, algo que não surgiu, por fatores psicológicos dos meus jogadores, que diminuíram muito a intensidade de jogo, prejudicando a qualidade apresentada na primeira parte.
No geral fica um bom resultado, contra uma equipa que lutou com tudo aquilo que tinha, e que na minha opinião vai mostrando melhorias jornada a jornada!
Boa semana para todos.
A fechar esta jornada, Maia FC recebeu e venceu o ASS O Amanhã da Criança por uns expressos 9-0. O jogo foi mais equilibrado na primeira parte com a equipa de Águas Santas a conseguir suster a potência ofensiva do adversário.
Baseando-se sobretudo em lances individuais, na sua maioria proporcionados por rápidas arrancadas do seu número sete que proporcionaram logo ao primeiro minuto de jogo, o seu número dez abrir o marcador. Na primeira parte apenas mais três golos foram conseguidos, o que mostra um maior equilíbrio.
Na segunda parte, também devido ao cansaço dos atletas visitantes (apenas seis foram a jogo), o Maia conseguiu ser mais dominador e ampliar a vantagem até aos 9-0 finais, tendo ainda havido espaço para dois hat-tricks, um do número dez e outro do número vinte e três. Parabéns a ambas as equipas pelo excelente jogo a que nos permitiram assistir.
Esta vitória mantém o Maia FC, à condição, no segundo lugar no fim deste fim-de-semana.

Na terça-feira, dia 6/11 jogou-se o jogo em atraso relativo à segunda jornada entre Clube Académico de Pedras Rubras e ASS O Amanhã da Criança. O jogo começou bem com a equipa da casa a pressionar como seria de esperar, conseguindo obrigar o adversário a fazer de cabeça um autogolo logo ao primeiro minuto de jogo. Isto catapultou a equipa para um excelente início, tendo logo a seguir, aos dois minutos de jogo, Pedro Silva tendo iniciado o seu recorde de cinco golos num jogo ao fazer o 2-0.
Este facilitismo adormeceu a equipa que, mesmo não correndo perigo (apenas um remate da formação visitante foi à baliza durante toda a primeira parte) pouco mais fez até aos vinte e dois minutos quando Hélder Machado desferiu um potente e indefensável remate à baliza adversária. Os 3-0 ao intervalo não deixavam transparecer o domínio quase total da equipa da casa que, ao contrário do último jogo, entrou determinada a mostrar o seu verdadeiro valor, e a recuperar golos para os adversários diretos. Mais um golo de Hélder Machado, dois de João Sousa, quatro de Pedro Silva e um de Danny Moreira, definiram o resultado final de 11-0 que podia ter sido mais alargado e, mais uma vez apenas um remate foi desferido à baliza de André Madu e José Magalhães (um em cada parte). Um total de cinquenta remates (quarenta e dois à baliza) contra apenas cinco (dois à baliza) do adversário durante todo o jogo, mostram que o resultado podia ter sido ainda mais dilatado. Com esta vitória o Clube Académico de Pedras Rubras ultrapassa o Maia FC e isola-se no segundo lugar com os mesmos pontos do CD Aves mas com menos dezasseis golos marcados que o a formação Avense. Ficam os comentários do treinador adjunto da equipa de Pedras Rubras.
Em dia de jogar a meio da semana, para repor um jogo em atraso, a vontade era de recuperar e atingir os lugares cimeiros! Voltamos a entrar bem no jogo, com dois golos precoces na partida, o que dava boas perspetivas nos cinquenta minutos. Imediatamente após o rendimento baixou novamente, intensidade muito baixa mais uma vez, algo que mudou ao intervalo, sinal que a paragem fez bem!
No segundo tempo vinte e cinco minutos de grande nível, muita concentração e empenho e de dar valor aos meus atletas! Continuamos no bom caminho! Boa semana para todos.


Assim se encontra a tabela classificativa ao fim da sexta jornada, com apenas um jogo em atraso no momento:

Na sétima jornada teremos mais seis excelentes partidas de futsal.
No Sábado, às 15h00 ASS O Amanhã da Criança, recebe o primeiro classificado CD Aves, em mais um jogo que se prevê desequilibrado e de um só sentido. Veremos se a equipa de Águas Santas conseguirá surpreender e tentará roubar pontos ao seu adversário. O CD Aves quererá certamente marcar o máximo de golos possível, para continuar a ter esta vantagem em caso de igualdade pontual que atualmente se verifica.

De seguida, o último e penúltimo classificado encontram-se. CD José Lopes recebe o ADR S. Pedro Fins e de uma coisa temos a certeza, no máximo apenas uma equipa continuará sem pontos no final desta jornada. Veremos quem levará a melhor, ou se “decidirão” partilhar os pontos.
Ainda no sábado, Gondomar FC recebe o GCR Ardegães naquela que se prevê mais uma goleada. Veremos se o jogo se tornará interessante e se a formação de Ardegães nos consegue surpreender a todos!
Domingo de manhã o Clube Académico de Pedras Rubras recebe o Arsenal Clube de Parada e procurará manter-se encostado ao primeiro classificado, bem como aumentar o número de golos marcados. Será um jogo interessante onde veremos se a equipa da casa consegue manter a intensidade da segunda parte da última terça-feira ou se a formação visitante conseguirá surpreender.
Logo a seguir o terceiro classificado Maia FC desloca-se a Bougado para defrontar o sétimo classificado. Iremos assistir a mais uma goleada entre a metade superior da tabela e a inferior? Ou iremos ver uma equipa de Bougado a lutar cara a cara e a conseguir surpreender e eventualmente “roubar” pontos à equipa da Maia? Esperamos para ver!
A fechar a jornada, Juventus da Triana FC recebe o FC S. Romão naquele que porventura será um dos jogos que se prevê mais equilibrado da jornada. Ambas as equipas estão a realizar um bom campeonato e nenhuma quererá perder pontos nesta altura. Veremos quem vai levar a melhor.
Seis excelentes partidas que prometem mais uma semana de excelente futsal, emoções à flor da pele e resultados surpreendentes.
Apareçam nos pavilhões para apoiar as vossas equipas ou simplesmente para assistir a futsal de qualidade pois estes jovens atletas merecem!
Um grande obrigado a todos os treinadores que contribuíram para este comentário, desejo uma boa semana de treinos a todos e uma excelente sétima jornada.
Peço desde já desculpas a todos os treinadores que têm colaborado e aos quais não disse nada durante estas três semanas, voltarei agora ao ativo e a pedir-vos a colaboração! Muito Obrigado!
Peço a colaboração de todos os restantes treinadores e diretores que enviem os contactos e comentários a jogos para começar a enriquecer melhor estas análises.
Não sendo eu profissional e apenas colaborando de bom grado para este portal, queria salientar aos diversos leitores e sobretudo aos mais críticos que me limito a fazer as análises de acordo com o meu ponto de vista tendo em conta os jogos que o meu tempo me permite ver e, quando não mo permite, os comentários e descrições dos treinadores que aceitam colaborar. O meu e-mail segue em baixo para me enviarem análises, comentários, fotos, vídeos, sobre qualquer jogo desta série. Obrigado.
Contactos:
 Pedro Morais
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.   

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.