Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

11ª Jornada – Continuou tudo igual à exceção do topo onde um líder se destacou
No sábado à tarde, Gondomar Futsal Clube recebeu e venceu o penúltimo classificado, ADR S. Pedro de Fins. A equipa de Gondomar, que segue em quarto lugar a “pisar os calcanhares” ao Maia Futsal, quis continuar no pelotão da frente e venceu por uns claros 8-1 a equipa visitante. Um jogo de um só sentido onde a vitória nunca fugiu à equipa da casa.

Mais tarde, o Arsenal C. Parada (7º), recebeu o Maia Futsal Clube (3º), após a derrota na décima jornada, e após ter ficado a nove pontos da liderança, a equipa do Maia Futsal queria reagir bem e aproveitar um eventual deslize de um dos líderes. Num jogo muito equilibrado e bem disputado entre duas excelentes equipas, a formação visitante acabou por se destacar e ser mais eficaz. 1-3 resultado final, mantém o Arsenal de Parada a meio da tabela, e permite ao Maia FC reduzir para seis, os pontos que o separam de um lugar de subida.
Ao final da tarde, GCR Ardegães (10º), motivado pelos três pontos conquistados na jornada anterior, recebeu o FC S. Romão, que tinha ultrapassado por confronto direto, o seu adversário direto (Arsenal CP) na jornada anterior, e que queria aproveitar agora para “fugir” ainda mais na tabela. Assim o fez, e com uns indiscutíveis 3-9, venceu a equipa da casa e ganhou três pontos de vantagem sobre o sétimo classificado, mantendo-se relativamente perto do grupo da frente.
Domingo de manhã, CR Bougado recebeu o último classificado, CD José Lopes, ainda sem qualquer ponto conquistado, e correndo o risco de realizar uma primeira volta completamente negativa, a formação do Castelo da Maia esforçou-se, lutou e ganhou forças para conseguir o que ainda não tinha conseguido. Uma excelente vitória por 2-3 permitem ao José Lopes sair desta primeira volta com três pontos conquistados e deixam esperanças aos seus adeptos de virem a fazer muito melhor na segunda volta desta série.
Ficam as declarações do treinador visitante, Emanuel Lopes (CD José Lopes):
Para começar gostaria de dar os parabéns às duas equipas, foi um jogo renhido, começamos bem a tentar criar as nossas oportunidades de golo, tivemos a felicidade de inaugurar o marcador, e assim fomos para a segunda parte a vencer, adormecemos, mas corremos atrás do que tanto desejávamos, a vitória, concretizando todos os golos através de bolas paradas.”

Pouco depois aquele que era o jogo da jornada. O segundo classificado C. Académico de Pedras Rubras, recebia o primeiro classificado, CD Aves.
Ambas as equipas com trinta pontos. Ambas as equipas com dez vitórias em dez jogos. Setenta e quatro golos marcados pelo CD Aves, setenta golos marcados pelo C. Académico de Pedras Rubras. Catorze golos sofridos pela equipa visitante, apenas dez sofridos pela equipa da casa. O melhor ataque defrontava a melhor defesa e tudo era possível neste duelo. Uma coisa tínhamos a certeza, pelo menos uma equipa ia perder pontos hoje. Podia sair daqui um líder isolado ou podiam continuar juntos nesta batalha e permitir a aproximação das duas formações que vinham atrás.
Viveu-se um jogo equilibradíssimo tal como se esperava. Um jogo que demonstrou excelente futsal em determinados momentos e que nos mostrou duas equipas decididas a ganhar. Ninguém jogou para o empate e a prova é que o jogo raramente esteve empatado.
Na fase inicial da primeira parte, o habitual fixo Hélder Machado, da equipa da casa, que por opção técnica iniciou este jogo a pivot, marcou um excelente golo após várias jogadas de insistência nunca fase de domínio caseiro. Vendo-se a ganhar, a formação de Moreira da Maia controlou todo o resto da primeira parte.
Na segunda parte o CD Aves apresentou-se mais agressivo, mais pressionante, e, com vontade de inverter o resultado, conseguiu empatar o jogo ainda nos primeiros dez minutos. A formação da casa reagiu, mostrou que não lhe interessava o empate e partiu para cima tendo equilibrado o jogo numa altura em que o Aves dominava e controlava desde o início da segunda parte.
A entrada do Pivot Pedro Silva mudou o rumo do jogo que acabou por ser “resolvido” pelo número 10 da equipa da casa. Dois golos em pouco menos de dez minutos mataram o jogo de permitiram à formação de Pedras Rubras isolar-se no primeiro lugar.
Um jogo equilibrado que em certas fases do jogo poderia ter pendido para qualquer um dos lados mas que beneficiaram a equipa mais eficaz e que soube aproveitar melhor as oportunidades. Excelente jogo de futsal. Ficam as declarações do treinador visitante e do treinador adjunto da equipa da casa:
Samuel Salgado (CD Aves):
Foi um bom jogo entre duas das cinco equipas que vão discutir o acesso à próxima fase.
Um jogo nem sempre bem jogado mas onde na maior parte do jogo fica visível que a a aptidão física neste escalão é fundamental.
Ganhou a equipa que marcou mais golos mas de longe a equipa que praticou melhor futsal, fica também demonstrado que para se ganhar não
é preciso ter processos de jogo bem definidos.
No entanto, parabéns à equipa vencedora que lutou e trabalhou para os três pontos, e desejar um bom campeonato.

André Filipe (C. Académico Pedras Rubras):
Último jogo da primeira volta que em caso de vitória nos daria a liderança isolada.
Entramos muito concentrados cientes daquilo que tinha que ser feito e colocamo-nos em vantagem e controlamos com uma pequena vantagem as iniciativas da equipa do Aves.
Na segunda parte, o jogo equilibrou com o crescendo da equipa forasteira, com mais oportunidades criadas, o que nos criou algumas dificuldades, mais ainda quando foi restabelecida a igualdade, o que tornou o jogo mais equilibrado.
Na parte final, voltamos a crescer, com uma maior intensidade, mais agressividade e voltamos a vantagem no marcador, que obrigou a equipa do Aves a ter que ir à procura do resultado e a abrir linhas, expondo-se defensivamente, que culminou no nosso terceiro golo.
Foi um excelente jogo de futsal, com duas equipas muito competitivas que dão brilho a esta modalidade. Parabéns também ao meus jogadores pela dedicação e empenho mostrado durante todo o jogo.

A fechar a jornada, o quinto classificado Juventus da Triana FC recebeu a ASS “O Amanhã da Criança” que tinha vindo a somar pontos e a subir na tabela. A formação de Rio Tinto queria manter-se perto do topo e continuar a somar vitórias. Uma primeira parte muito bem disputada entre duas equipas que mostraram muito bom futsal. O resultado apenas se desbloqueou aos catorze minutos de jogo quando o número dez da equipa da casa finalizou muito bem um contra ataque de três para um que colocou a sua equipa a vencer. Aos dezoito minutos de jogo a equipa visitante chegava à sexta falta. A Triana beneficiou de um livre de dez metros que o seu número 11 desperdiçou. Aos vinte e dois minutos de jogo, Huguinho, da equipa da casa finaliza da melhor maneira um excelente contra ataque da formação de Rio Tinto. 2-0 ao intervalo não deixavam transparecer o excelente equilíbrio que se viveu na primeira parte.
Na segunda parte a formação visitante voltou decidida a inverter o rumo dos acontecimentos, no entanto a falta de eficácia e algumas boas intervenções do guarda-redes da Triana impediram várias vezes o golo dos forasteiros. O resultado manteve-se inalterado até aos dezanove minutos, altura em que uma má abordagem defensiva da equipa do Amanhã da Criança permite um remate da equipa da casa, respondido com uma defesa incompleta e com a bola a sobrar para o segundo poste onde o dez da Triana bisa na partida e faz o 3-0 para a sua equipa. O Amanhã da Criança continuou em cima do adversário e conseguiu um golo de honra aos vinte e três minutos de jogo, onde, após um livre rapidamente e inteligentemente marcado pela equipa visitante, se isolou ao segundo poste o número treze que finalizou sem defesa para o fundo das redes. Uma excelente partida de futsal.
Assim se encontra a tabela classificativa ao fim da 11ª jornada:

12ª jornada - Jornada decorreu quase sem surpresas

Na quinta-feira à noite, GCR Ardegães recebeu o terceiro classificado, Maia Futsal Clube, num jogo com apenas um sentido, que nos deu a primeira goleada da segunda volta. 2-12 permitiram ao Maia manter a sua posição e recuperar na diferença de golos.
No sábado, o líder Clube Académico de Pedras Rubras recebeu o penúltimo classificado, ADR S. Pedro Fins. Depois de na primeira volta se ter apresentado com muito poucos atletas, o clube de Pedras Rubras queria mostrar o seu valor e ampliar a vitória magra da primeira volta. Jogo de apenas um sentido com uma vitória clara e expressiva do atual líder. Numa primeira parte pautada por uma entrada lenta da equipa da casa, pela segunda jornada consecutiva é Hélder Machado que inaugura o marcador com um excelente golo. Até ao intervalo apenas Bruno Sousa e Danny Moreira conseguiram “fazer o gosto ao pé” num jogo que com 3-0 ao intervalo não se adivinhava tão desequilibrado na segunda parte.
Regressados após descanso, os meninos visitantes tentaram reagir mas encontraram uma equipa da casa mais forte e determinada a corrigir o resultado magro que viviam. 11-0 final mostra a diferença de qualidade e colocam justiça naquela que tem sido a melhor e a mais regular equipa desta série. Ficam os comentários do treinador adjunto da equipa da casa:
André Filipe (C. Académico Pedras Rubras):
Primeiro jogo da segunda volta, o ultimo do ano antes da pausa, que queríamos estar no nosso melhor para vencer, entramos bem, conseguimos ter controlo do jogo, apesar de em algumas partes não existirem oportunidades de golo da nossa parte.
No segundo tempo, conseguimos acelerar mais o jogo e as oportunidades foram aumentando e consequentemente os golos a aparecer.
Uma vitória justa, que nos deixa nos lugares cimeiros para agora aproveitar a pausa, e em 2019 continuar a obter bons resultados!
A seguir viveu-se um dos jogos mais interessantes e equilibrados da jornada, FC S. Romão recebeu o último classificado CD José Lopes.
Neste “clássico” entre dois adversários “de longa data”, o S. Romão tinha levado a melhor na primeira volta, no entanto, os meninos do Castelo da Maia esforçaram-se e mostraram porque nada está decidido. Um excelente jogo, muito equilibrado, a equipa visitante venceu por 1-2 e subiu um lugar na tabela.
Logo de seguida Gondomar Futsal Clube recebeu a ASS o “Amanhã da Criança” e venceu de forma contundente por 9-1, mantendo o seu lugar na quarta posição encostado ao grupo da frente.
Domingo de manhã, o segundo classificado CD Aves deslocou-se ao reduto do Arsenal C. Parada para procurar regressar às vitórias após a única derrota (até ao momento) do campeonato na jornada anterior. Com uma expressiva vitória por 2-8, a formação da Vila das Aves mostrou que está viva, está forte e que em nada a derrota contra o líder afetou os seus objetivos.
Ao final da tarde, Juventus da Triana FC, recebeu o CR Bougado extremamente equilibrado e onde se assistiu a um excelente futsal. A equipa da casa começou a vencer ao marcar um golo nos primeiros minutos. A cerca dos quinze minutos de jogo, um autogolo do dez da equipa da casa colocou a igualdade no marcador. Um minuto depois a Triana reagiu muito bem, com o dez a redimir-se ao marcar um golaço após um lançamento lateral, grande golo deste jogador.
Cinco minutos depois, o mesmo jogador (esteve no melhor e no pior) perde a bola e permite um excelente contra ataque do CR Bougado com o três a rematar cruzado sem defesa possível para o guarda-redes adversário. Mesmo ao cair do pano da primeira parte, Miguel Gomes da Triana, coloca a sua equipa na frente do marcador, ao finalizar da melhor maneira um excelente contra ataque da sua equipa.
Na segunda parte mais do mesmo equilíbrio. Uma segunda parte muito bem disputada onde a equipa da casa entrou mais forte e ampliou a sua vantagem logo aos dois minutos de jogo. Aos dez minutos o Bougado, reduz para o 4-3 que se viria a manter até ao final. Grande jogo de futsal a que se assistiu. Parabéns a ambas as equipas.
No final da 12ª jornada, assim se encontra a tabela classificativa:

13ª Jornada - Resultados expectáveis, sem causarem alterações na tabela

A abrir esta jornada, o líder isolado Clube Académico de Pedras Rubras, deslocou-se ao reduto da ASS “O Amanhã da Criança” para segurar a liderança. Num jogo menos bem conseguido, os meninos de Moreira da Maia encontraram uma equipa bem mais forte e organizada do que na primeira volta.
Apesar de domínio total na primeira parte, uma exibição lenta da equipa visitante e uma excelente exibição do guarda-redes da equipa da casa colocaram o resultado num escasso 0-2 ao intervalo. Na segunda parte a formação visitante acelerou um pouco o jogo e conseguiu contrariar melhor os contra ataques adversários. Em praticamente dez minutos, a equipa visitante marcou mais golos do que durante toda a primeira parte, mostrando que se quiser tem capacidade para muito mais. No entanto, a valente formação de Águas Santas, não desistiu e lutou até ao fim tendo conseguido ainda marcar um golo de honra àquela que é a melhor defesa do campeonato. Parabéns a ambas as equipas pela excelente partida que nos proporcionaram. Ficam as declarações do treinador adjunto do C. Académico de Pedras Rubras:
André Filipe (C. Académico Pedras Rubras):
Primeiro jogo após a pausa das festas, que queríamos manter o caminho que temos feito até agora.
Na primeira parte algum domínio da nossa parte com muitas oportunidades para finalizar, que faltou alguma eficácia, com oportunidades para o adversário também.
Na segunda parte, existiram as mesmas oportunidades com uma maior concretização, que culminou num resultado justo e mais uma vitória que nos mantém no caminho certo. Boa semana a todos.

Logo a seguir, CD José Lopes que vinha de duas vitórias consecutivas, recebeu a Juventus da Triana FC. Um jogo muito interessante entre duas boas equipas. Uma primeira parte muito equilibrada com o jogo empatado quase até ao final, viu o número 22 da equipa visitante a desbloquear o marcador aos vinte e quatro minutos da primeira parte, fazendo o 1-2 com que se foi para o intervalo. Na segunda parte, a formação da Triana voltou com força e vontade de resolver o jogo e os golos foram surgindo. Aos quatro minutos o 10 visitante finalizou da melhor maneira um contra ataque isolado para o guarda-redes e logo a seguir, aos seis minutos o mesmo atleta aproveitou uma bola insegura no meio da área, “roubou-a” mesmo dos pés do fixo da equipa da casa e enviou-a sem defesa possível para o fundo das redes.
No entanto rapidamente a equipa visitante chegou às cinco faltas e, com o resultado em 1-4, o jogo parecia não estar fechado. A equipa da casa soube e bem pressionar e procurar a falta e, a meio da segunda parte surgiram dois livres de dez metros que, graças a duas excelentes intervenções de Diogo Monteiro, guarda-redes da equipa visitante, que impediu a conversão de ambos os livres. A Triana soube reagir, adaptar o seu jogo e quase no final, Huguinho da equipa visitante, finaliza fora de área, um excelente contra ataque da sua equipa fixando o resultado final em 1-5 e mantendo a sua equipa no alcance dos seus adversários. Excelente jogo de futsal.
Domingo de manhã, ADR S. Pedro de Fins, manteve-se no último posto da classificação ao “permitir” uma goleada do Arsenal C. Parada. Um jogo de praticamente um único sentido onde a formação de Águas Santas aproveitou para entrar da melhor maneira no novo ano. 1-13 resultado final mantinha ambas as equipas nas mesmas posições.
O CR Bougado recebeu o Gondomar Futsal Clube, num jogo mais equilibrado do que se esperava.
Um jogo entre duas equipas separadas por dezasseis pontos, esperava-se um jogo de sentido único mas, o que se viveu nessa manhã em Bougado, na Trofa, foi um jogo equilibrado e muito bem disputado. 4-6 final, mantém o Gondomar no alcance dos líderes e mostra que afinal a qualidade desta série é bem superior àquela que tem sido comentada por esses pavilhões fora. Ainda muitas surpresas vão acontecer nesta série.
À tarde, o terceiro classificado, Maia Futsal Clube, recebeu e venceu, sem discussão, o FC S. Romão. Neste jogo esperava-se mais equilíbrio, tendo em conta a boa forma e o bom futsal que a formação de S. Romão do Coronado tinha vindo a apresentar, no entanto, a equipa da casa apresentou-se motivada e eficaz, tendo resolvido o jogo desde cedo. Vinte minutos de quase total domínio caseiro, apenas interrompido por alguns bons contra ataques da equipa visitante, bem respondidos com boas defesas do guarda-redes maiato. 1-0 aos quatro minutos por João Leite, 2-0 a surgir de cabeça por Cláudio Nascimento, com um bom cabeceamento dentro de área, o terceiro e o quarto a surgirem ainda antes dos vinte minutos de jogo.
No entanto a formação visitante acordou nos últimos cinco minutos e “encostou” um pouco a equipa da casa ao seu meio campo tendo conseguido dois bons golos mesmo ao cair do pano. Conseguiam assim levar o resultado em 4-2 para intervalo que deixava alguma incerteza para a segunda parte. No entanto, esta incerteza não durou muito quando aos quatro minutos de jogo o Maia fez o 5-2 após uma perde de bola defensiva do S. Romão. Não mais acordaram e o 7-2 final transmite claramente o domínio que se viveu neste jogo. No entanto, parabéns a ambas as equipas pelo espetáculo apresentado.
O segundo classificado, CD Aves, mostrou que vai estar até ao fim na luta pelo “título” desta série, ao recuperar desde já uma das “lideranças” regressou ao melhor ataque ao golear o GCR Ardegães por uns indiscutíveis 17-1, não dando sequer hipótese de recuperação ou discussão de resultado. Uma excelente vitória que os mantêm a três pontos da liderança e agora com o melhor ataque de toda a competição.
No final da 13ª jornada, assim se encontra a tabela classificativa:

Na décima quarta jornada teremos mais seis excelentes partidas de futsal.

Sábado à tarde, Arsenal C. Parada recebe a ASS “O Amanhã da Criança”. Será um dérbi local entre duas equipas que se conhecem muito bem e será por isso uma excelente partida para se assistir onde ambas as formações procurarão ativamente a vitória.
De seguida, FC S. Romão recebe o melhor ataque da competição. CD Aves desloca-se ao seu adversário e quererá certamente continuar a fazer excelentes exibições e a marcar o máximo de golos possível pois só assim dependerá apenas de si próprio para conseguir alcançar o primeiro lugar.
Ao final da tarde, mais um dérbi, desta vez de Gondomar, Gondomar Futsal Clube recebe a Juventus da Triana FC. Duas equipas separadas por apenas dois pontos de diferença e que querem continuar perto do pódio. Será certamente uma luta acesa pela vitória e veremos certamente muitos golos nestes cinquenta minutos.
GCR Ardegães recebe a ADR S. Pedro de Fins num jogo entre últimos classificados. Veremos se a formação de S. Pedro de Fins se mantém isolada na base ou se consegue vencer o seu adversário e igualar tudo ali por baixo. Será um jogo certamente muito equilibrado.
Domingo, o líder Clube Académico de Pedras Rubras recebe o CR Bougado. Um jogo entre equipas em posições muito diferentes. Veremos se o líder consegue regressar à sua boa forma e recuperar o melhor ataque com que terminou o ano.
A fechar esta jornada, Maia Futsal Clube, recebe, em mais um dérbi, o décimo classificado CD José Lopes. Mais um jogo que se prevê desequilibrado e em que podemos quase apostar no vencedor. No entanto, a formação do José Lopes tem subido de produção e pode tentar surpreender.
Mais seis excelentes partidas que prometem mais uma semana de excelente futsal, emoções à flor da pele e resultados surpreendentes.
Apareçam nos pavilhões para apoiar as vossas equipas ou simplesmente para assistir a futsal de qualidade pois estes jovens atletas merecem!
Um grande obrigado a todos os treinadores que contribuíram para este comentário, desejo uma boa semana de treinos a todos e uma excelente décima quarta jornada.

Não sendo eu profissional e apenas colaborando de bom grado para este portal, queria salientar aos diversos leitores e sobretudo aos mais críticos que me limito a fazer as análises de acordo com o meu ponto de vista tendo em conta os jogos que o meu tempo me permite ver e, quando não mo permite, os comentários e descrições dos treinadores que aceitam colaborar. O meu e-mail segue em baixo para me enviarem análises, comentários, fotos, vídeos, sobre qualquer jogo desta série. Obrigado.
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.